O Pássaro Engaiolado

O Pássaro Engaiolado

Por Savio Vinicius para a coluna Dispensávio




Certo dia um pássaro se libertou. Fugiu da gaiola pequena e fria, e como era de se esperar, bateu asas e voou. Foi para longe, onde não pudessem lhe encontrar.


Todo pássaro engaiolado sonha em poder voar!


Longe das grades, isolado, pensou: "– Seria bom eu voltar?". Afinal, a ideia de viver aprisionado tendo alguma companhia lhe parecia compensar.


O pássaro liberto desistira de voar...


Então ele voltou sem saber ao certo como tudo iria terminar. Ou até sabia, e foi como ele achou: de nada adiantou se enganar. Todos os dias cantava aos céus para que uma nova oportunidade viesse a calhar.


O pássaro engaiolado sonhou novamente em poder voar.


Seu "dono", confiante, achou que da gaiola não iria mais precisar, mas já era tarde, o pássaro não poderia mais confiar. Além disso, ele sabia qual era o gosto de se desbravar. E assim o fez: foi além dos ventos, e sentindo o tempo passar decidiu não mais se deixar aprisionar:


"– Não se deve querer prender quem nasceu para voar!"


0 visualização

contato@frutosdapoesia.com

21-99515-1649  

©2018 by Frutificando.- Janaína Lourenço 288.838.608-96

Endereço: Estrada do Pontal 6870 Recreio Rio de Janeiro-RJ

​Todos os itens da lojinha têm frete fixo de R$10,00 para endereços no Brasil,

com prazo de entrega de 10 dias úteis.

Não entregamos para fora do Brasil

Site criado por Janaína Lourenço